Por Andore:

 


Game: The King of Fighters Neowave

Plataforma: Arcade/ PS2 
Softhouse: SNKPlaymore

 

Introdução:


The King of Fighters Neowave foi o primeiro lançamento arcade da SNKPlaymore em uma placa diferente da longeva MVS. O jogo é essencialmente um upgrade de KOF2002 com alguns personagens adicionados e outros retirados. A versão PS2 mantém todos os personagens da versão arcade, disponibilizando desde o início os "secretos" Kim, Seth, Vanessa, Ramon e Geese, trazendo também personagens presentes em KOF2002 e ausentes no Neowave original, caso de Angel, Seth, May Lee, Omega Rugal e Kusanagi. O único personagem de 2002 ausente é K9999.

Rugal, personagem exclusivo da versão PS2


História:


Não há. A exemplo de KOF2002 temos um dream match.



Gráficos:


Efeito do HDSM..

 

Os sprites dos personagens são os mesmos de 2002 com baixa resolução (alta resolução, por enquanto, só em KOF94 Rebout). Na versão PS2 temos a possibilidade de escolher entre 6 filtros gráficos diferentes, alguns deles realmente surtem efeito, diminuindo o serrilhado dos sprites e minimizando o contraste com os cenários. Eu disse diminuindo, mas não eliminando, uma vez que os cenários são 2D em alta resolução.

A versão PS2 conta também com uma opção de cenários em 3D. Neste caso temos duas versões de cada cenário que em geral apresentam o velho esquema de variações de luminosidade adicionados a mais detalhes e animações, que ao final, sem dúvida alguma, se mostram superiores aos originais em 2D. Entre todos os backgrounds eu destacaria o do porto, que ficou de fato muito bonito em 3D. Alguns alegam (ao meu ver erradamente) que escolhendo essa opção o contraste fica mais evidente.

 

Cenários mais animados e transparências embelezam a versão PS2

 

O game conta ainda com transparências e efeitos de luzes inexistentes no arcade. As mudanças gráficas param por ai, no mais o game é idêntico ao arcade, da apresentação ao front layer, passando pelos artworks, o que não é necessariamente ruim.


Som:

Comecemos pelas dublagens. Idêntico ao arcade, que por sua vez, mantinha as vozes de KOF2002 (à exceção de Geese que possui novas falas). Ponto positivo, uma vez que as mudanças trazidas em KOF2003 não foram bem recebidas pela maioria dos jogadores.

O som das pancadas também é herança de KOF2002, mais uma vez uma boa notícia, pelo mesmo motivo explicitado no que tange às dublagens. O soundtrack do game é regular, bastante superior a KOF2001 e 2003 (não vamos comparar com os remakes de KOF2002), porém inferior às edições mais antigas. Eu destacaria as músicas do cenário do templo e, principalmente da linha do trem, que é excelente.

Além da trilha sonora original, a versão PS2 traz ASTs, de qualidade superior que se diga de passagem. Uma outra bela notícia é que as músicas são tocadas de forma contínua, ao contrário do arcade onde temos músicas resetadas a cada começo de round.

 

Jogabilidade:

Confesso que não joguei tanto assim a versão arcade, mas pelos comentários não há modificação alguma. Tudo permanece igual. O jogo, baseado fortemente em KOF 2002, permite que você escolha entre três barras distintas:

- Super Cancel Mode: Neste modo você pode cancelar golpes especiais e Dms em outros golpes especiais e Dms. Cada cancelamento gasta uma barra. Lembrando que já no começo da luta o jogador dispõe de três barras o que permite combos devastadores logo no início. Dependendo do ponto de vista e do gosto do jogador isso pode ser uma boa ou má inovação em relação a KOF2002. O fato é que a limitação de cancelamentos diminui bastante a possibilidade de combos 100 %.

Os grandes combos são todos feitos nesta barra. Existem vários novos combos em relação a 2002, mas a recíproca é verdadeira. Vários combos de 2002 não funcionam aqui, em especial os que envolviam cancelamentos de golpes comuns só canceláveis com a barra MAX e ausentes aqui.

- Guard Break: Modo indicado para os retranqueiros de plantão, bem como aos adoradores de personagens de agarrão. Neste modo podemos utilizar o movimento "just defended" (oriundo de Garou). Diferentemente de Garou, a execução do movimento não propicia o ganho de energia, nem pode ser feito no ar, mas paralisa o adversárío tempo suficiente para desferir um contra-ataque. Este modo também dispõe de um novo movimento denominado guard break. Este golpe demora um pouco pra sair, mas é indefensável, além de possuir o mesmo efeito do wire atack. Neste modo não se pode utilizar o cancelamento de defesa com CD. POr fim, mencionemos que este modo só acumula duas barras.

- Max 2 mode: Somente uma bara. Ela se acumula com o tempo (bem rápido por sinal). Somente neste modo podemos desferir HSDMs (a regra do 1/4 de energia continua valendo). Neste modo não é possível esquivar, sobrando, no entanto a queda segura.

Além da escolha da barra este game conta com um quinto botão. Este botão serve para ativar o modo "heat". Este modo lembra o estouro da barra de KOF94 e KOF95, onde os golpes tiravam mais energia. Neste game, entretanto, a função heat tem um custo. Enquanto ativada sua energia vai diminuindo progressivamente.



Mesmo enfraquecido, o Geese controlável é infernal.

 

Extras:

Os mesmos modos tradicionais das conversões SNKPlaymore. São eles:

-Team Play

-Single Play

-Versus

-Practice

-Gallery

-Netplay - Jogo online (é pago é só funciona no Japão).

-Endless (survival) mode - Para abrir os personagens exclusivos da versão PS2, bem como, as fotos da galeria, você precisa chegar no final do endless (que paradoxo!!)

 


Conclusão:

Mais uma vez a conversão Ps2 se mostra superior ao original Arcade, tanto no aspecto gráfico/sonoro, quanto nos extras (especialmente os personagens adicionais).

A comparação é inevitável e, no frigir dos ovos, creio que este game seja mais profundo que KOF2002, devido a possibilidade da escolha das barras e limitação de combos 100%. De qualquer forma este game propicia versus de qualidade, e, em consequência, muitas horas de diversão.

Bônus:

Alguns combos básicos do game, destaque para o de Terry que apesar de tirar pouca energia é plasticamente belo:

Terry Combo     Seth Combo    Ryo Combo

 

NOTAS:

Gráficos: 9

Som: 8,0

Jogabilidade: 8,5

Diversão: 9

Nota Final: 8,62